amor feng shui.jpg

​Sejam Bem Vindos!

 
11º Poema: O vir a ser
 
Trinta raios convergem e se unem ao centro da roda da carruagem;
mas é o vão que permite a entrada do eixo e faz o carro rodar.
 
O barro é modelado pelo artesão num belo jarro;
mas é o espaço vazio dentro dele que permite que o preenchamos com água.
 
As portas e janelas são cortadas das paredes da casa;
mas é o espaço vazio que delimitam que permite que possamos entrar e sair.
 
Assim é que produzimos tudo o que é útil para delinear os limites do espaço;
mas é o espaço, isto é, o vir a ser, que possui valor real."
 
Fonte: Tao Te Ching: O Livro do Caminho e da Virtude de Lao Tse, tradução: Rafael Arrais