Acompanhe nossas dicas

6. jul, 2018

Guardar coisas que não têm mais serventia nos faz viver no passado ou no futuro.

Quando guardamos roupas, folhetos, objetos de experiências já vividas, que não têm utilidade neste momento, estamos vivendo no passado, guardá-los não nos farão reviver os momentos que já desfrutamos, como roupas de bebê de filhos já crescidos, folhetos de lugar que já visitamos, caixinha de fósforo de hotéis por onde já passamos, estamos apenas acumulando lembranças em 3D.

Quando guardamos roupas, louças, toalhas, perfumes, aguardando o momento especial para usar, estamos vivendo no futuro, esse dia pode nunca chegar.

Em nosso lar devemos ter roupas que nos sirvam hoje, toalhas de mesa e louças que possam ser usadas hoje, objetos úteis para hoje. Hoje é o dia especial, acumular coisas do passado ou do futuro não nos permite enxergar que hoje é o melhor dia para desfrutar a vida, o mais importante pelo simples fato de estarmos vivos, respirando e ao lado de pessoas importantes.

Viver o aqui e agora usufruindo de tudo que temos ao nosso redor é sinônimo de prosperidade.

Coloque sua roupa mais bonita, use seu perfume mais caro, sirva o jantar em uma bela mesa para a família, desfrute de tudo que é importante neste momento, o que passou não volta e o futuro a Deus pertence.

Seja Feliz Agora!

Cristiane Mazará

18. dez, 2017

Nossa casa é nosso refúgio, santuário sagrado, abrigo, onde descansamos, nos alimentamos, recebemos amigos e cuidamos da família, portanto merece tanta atenção e cuidado como nosso corpo. Os óleos essenciais também podem nos ajudar elevando o C'hi, ou seja, a Energia Vital que circula em cada ambiente, saiba como:

 Cravo: faz a assepsia energética ambiental, limpando o ambiente de miasmas, liberando a energia psíquica antiga impregnada em objetos, roupas, ambientes e incentivando o desapego, podemos usá-lo em saches e pequenos aromatizadores para afastar traças em gavetas e guarda-roupas.

 Alecrim: traz calma e relaxamento para ambientes carregados com energia de desentendimento, além de ser indicado para locais de trabalho e estudo estimulando a concentração.

  Uma Sinergia de Canela com Laranja, em um difusor de ambientes, ajuda a desenvolver a alegria, paz e comunicação em dias festivos.

  Limão Siciliano: limpa purifica e energiza ambientes, ideal para locais que não possuem janelas como banheiros e lavabos, por exemplo.

  Óleos Essenciais como May Chang e Ho Wood podem ser usados em sprays para promover a cooperação em ambientes familiares ou profissionais.

IMPORTANTE: os óleos essenciais são substâncias vegetais altamente concentradas, ricas em componentes químicos que abrangem diversas propriedades terapêuticas e interagem com nosso organismo penetrando na corrente sanguínea através da inalação e da pele. Entendendo que não é só um cheirinho bom, podemos confiar no tratamento, fazendo uso de forma segura, consultando e seguindo sempre as orientações de um especialista ou do produtor, pois em se tratando de remédio tem indicações e contraindicações como qualquer substância química, mesmo sendo 100% natural.

Clique aqui e saiba mais.

26. set, 2017

Estamos iniciando mais uma estação a primavera que representa o despertar após o período de recolhimento do inverno. Esta estação vem  cheia de cores e sabores, traz a beleza do nascimento, dias mais quentes e um sentimento de renovação e entusiasmo.

Hora de começar a guardar as cobertas e casacos e deixar a casa mais limpa e arejada, aproveite o espírito de otimismo, vigor e luz que acompanha este momento para fazer uma boa limpeza em toda casa, acrescente as cores das flores e frutas nos respectivos cômodos e use aromas cítricos que nos enchem de alegria.

Cada estação carrega consigo uma energia e preparar a casa para recebê-las nos ajuda a entender melhor cada ciclo e o que cada um representa em nossa vida, tempo de despertar na primavera, de viver no verão, de introspecção do outono e se recolher no inverno.

Aproveite a Primavera e seja Feliz!

Cristiane Mazará   

6. mar, 2017

Há um pouco mais de um ano atendi um casal com três filhos que morava em uma bela casa, espaçosa e com uma história linda. O local refletia a energia deles, muito otimismo, alegria, lugar de gente feliz, que gosta de receber amigos e comemorar.

Durante a entrevista me deparei com o desejo da venda da casa, eles diziam que apesar de fazer parte de um sonho e dos momentos felizes era hora de vender e partir para algo menor, a vida corrida, a necessidade de conciliar estudos, trabalho, cuidado com os filhos, não lhes permitia continuar em um local que exigia tempo para organização, limpeza e manutenção, o que gerava muita ansiedade.   

Recentemente recebi o contato desse jovem casal, felizes por compartilhar a notícia da venda da casa e locação de um apartamento com vista para  um lindo bosque, estão radiantes e como sempre com o brilho otimista nos olhos e alegria no coração.

Com alegria fui realizar o atendimento e fiquei fascinada com a forma com que minha cliente, e permita dizer amiga, relatava os benefícios que os fizeram decidir pela escolha do novo apartamento, ela dizia: "um local menor que eu posso cuidar, com infraestrutura adequada para meus filhos se divertirem e crescerem, próximo ao terminal de ônibus, que possibilita a economia com carro e tempo de deslocamento.", ela também se dizia feliz com a faxina que estava realizando, reduzindo caixas e mais caixas de coisas acumuladas por anos sem necessidade e o quanto isso a deixava leve.

Estou simplesmente encantada, acho lindo ver pessoas tão jovens com uma visão tão bacana de desapego e permissão. Desapego por algo que já não faz mais sentido e por se permitir buscar algo novo, com a energia renovada, qualidade de vida e bem estar. E é exatamente isso que devemos buscar em um lar, tanto a casa quanto o entorno devem vibrar com nossos objetivos de vida, é isso que nos ajuda a ter saúde, disposição e energia para dar conta da vida.

Vejo muitas histórias como a dessa família, um casal que luta, investe em um imóvel espaçoso para dar qualidade de vida à sua família, mas que com o passar dos anos o C'hi (energia vital) já não está mais presente neste local. Isso acontece porque a vida muda, os filhos crescem, envelhecemos, ficamos limitados física e financeiramente, e o local também envelhece e já não recebe mais o cuidado necessário, mas existe o apego emocional pelos anos vividos, esforço empregado e nos esquecemos que são momentos que já não voltam mais.

Neste ponto é importante entender o que é o C'hi, de acordo com os antigos alquimistas chineses Ch'i ou Qi é a energia primária, fonte de criação de todo o Universo e todas as coisas e para qual um dia voltam, é a energia metafísica que circunda, permeia e existe na natureza e em todos os seres, o "sopro de energia universal".

Considera-se que há três tipos de Ch'i, o celestial, o terrestre e o vital:

O Celestial é a energia cósmica: dá origem à Astrologia, portanto nos dá o destino e representa 1/3 do que não podemos modificar. Está relacionado também com tudo que não podemos controlar, como o clima, a luz solar, a chuva e outros fenômenos da natureza.

O Terrestre se origina nas formas dos ambientes em que vivemos como construções, montanhas, rios, lagos, etc. Portanto meios que podem ser modificados.

E o Vital é o campo energético que circunda o ser humano, ou seja, está além do nosso corpo.

A união ou interação dessas três energias define nosso destino, sendo o vital e o terrestre correspondente aos 2/3 do que podemos modificar. Por exemplo: o vital pode ser modificado melhorando nossa qualidade de vida, através da alimentação, meditação, exercícios físicos, entre outros e o terrestre modificamos aplicando o Feng Shui, harmonizando o ambiente que habitamos ou trabalhamos.

Então eu pergunto: se o C'hi Terrestre é responsável por um terço da energia que podemos renovar, o que nos impede de mudar?

Por em prática o Feng Shui não é só "mexer na casa", às vezes requer uma análise mais profunda de desapego ao próprio local, pois existem situações que fogem ao nosso controle, entendendo que envelhecemos, que as coisas mudam com o tempo e, consequentemente, mudam as prioridades e necessidades, se a vida não é eterna, há que se reconhecer o momento de mudar para vivermos com qualidade, bem estar e saúde, pois quando estes fatores estão presentes, o restante fica mais fácil de administrar.

Não é uma decisão fácil, ainda mais quando fatores sentimentais estão presentes, mas veja o exemplo desse jovem casal, faça uma lista com os benefícios e compare o que é mais vantajoso para sua vida.

Não se esqueça de escutar seu coração, usar sua intuição e ser feliz!

Clique e veja também as dicas do que levar em consideração na hora de alugar ou comprar um imóvel.

Muita luz!

Cristiane Mazará

23. dez, 2016

Queridos Leitores,

Por dias estou pensando nas Dicas de Feng Shui para 2017, ontem (22/12) meu filho que hoje está com 3 anos e 8 meses me ajudou a refletir o que devo fazer para renovar a energia da minha casa e da minha vida a cada ano que se inicia.

Para entender a técnica te convido a ler novamente as dicas de 2015 para 2016 (Feng Shui: Dicas para atrair Boas Energias em 2016), mas para entender a fundo o significado da prática te convido a uma reflexão.

Nosso corpo físico e nosso lar têm a mesma função, eles abrigam essências que necessitam de cuidado e atenção.

Quando aplicamos o Feng Shui na íntegra compreendemos que todas as áreas de nossa vida são importantes (trabalho, saúde, amor, família, sabedoria, sucesso, prosperidade e filhos) e todas, sem exceção, necessitam da mesma atenção para que possamos estar inteiros e em equilíbrio.

A prática de tirar da nossa casa objetos que estão velhos e quebrados, nada mais é do que entender que necessitamos nos livrar de mágoas, ressentimentos e até mesmo do apego à boas lembranças de momentos que não poderão ser vividos novamente, é preciso fazer uma boa faxina, se desapegar de coisas antigas e dar espaço ao novo, ao que podemos realmente desfrutar no tempo presente, no aqui e agora.

Ontem espalhei pelo chão todos os brinquedos do meu filho e a ele disse que era necessário abrir espaço no armário para que o Papai Noel pudesse lhe trazer brinquedos novos, ou seja, deixar 10% livre para vir o novo. Conforme revirávamos os brinquedos me surpreendia com as reações e falas dele: "Mamãe esse é de bebezinho, eu não sou mais bebê, pode dar para outra criança", "Esse não serve mais, eu não brinco com ele", quanta sabedoria na visão de uma criança, ele não se apega, ele sabe que a vida é feita de ciclos e que cada brinquedo fez sentido em uma determinada fase de sua vida.

Sabe a moda? A moda não dita quem eu sou, mas ela pode me dizer em que momento estou. Por que ainda guardamos roupas esperando voltar à moda? Será que esperamos voltar a moda ou não queremos nos desapegar de determinada fase de nossa vida? O que nos prende ao passado?

Assim como objetos e roupas, a vida é feita de ciclos, portanto é preciso renovar, aceitar e entender o que faz mais sentido neste exato momento, observemos nossa casa e à nós mesmos, em que fase estou? Uma criança de 3 anos entende que não necessita mais de brinquedos de bebês, mas com o passar dos anos talvez esses ciclos vão ficando mais sutis e é preciso uma auto observação mais profunda.

Uma casa doente apresenta infiltrações, rachaduras, mal cheiro, problemas na pintura e afeta diretamente as vidas que nela habitam, um corpo doente também nos limita no trabalho, nos relacionamentos, nas experiências dessa preciosa vida, é preciso cuidar.

Quando compreendemos que o que está dentro está fora, entendo que a mesma bagunça da casa é a bagunça dos meus barulhos internos, e cabe a mim organizar.

Ajustes e curas que fazemos em nossa casa usando as técnicas do Feng Shui nos permitem entender que não estamos sós, plantas tem o poder de cura e renovação, cristais possuem elementos que trabalham a nosso favor, deixar a energia fluir nos ajuda a respirar e observar o que precisa ser feito para resolver um problema, equilibrar a energia ajuda nosso corpo vibrar em uma frequência melhor, tudo isso proporciona a paz que precisamos para equilibrar todas as áreas de nossas vidas (trabalho, saúde, amor, família, sabedoria, sucesso, prosperidade e filhos).

Portanto se você quer saber como: busque a técnica, mas se precisa saber o resultado: busque a prática, somente através da prática seremos capazes de encontrar o que desejamos.

Feliz 2017! Que seja um Ano de luz, paz e acima de tudo compaixão!

Cristiane Mazará